Módulo 4 – Curso pós-graduado – VIH e Envelhecimento

Renal Disease in HIV Infected and HIV/HCV Co-infected patients

Impacto clínico: epidemiologia e fatores de risco para doença renal em doentes infetados por VIH e coinfetados por VIH/VHC

Autor: Prof. Doutor Esteban Martínez, MD, PhD (Hospital Clínic de Barcelona – Universitat de Barcelona, Espanha)

Epidemiologia e fatores de risco para doença renal em indivíduos com infeção por VIH

Com a introdução de HAART no maneio clínico de indivíduos com infeção por VIH, a incidência e prevalência de IRC terminal manteve-se estável.10 A nefropatia associada a VIH (HIVAN) é a forma mais comum de doença glomerular co- lapsante, muito frequente em indivíduos de etnia negra e afrodescencentes.10 Outros fatores de risco para HIVAN incluem: diminuição da contagem de células TCD4+, história familiar de doença renal, coinfecção por vírus da hepatite C (VHC), diabetes mellitus, hipertensão e medicamentos nefrotóxicos, entre outros (figura 1).

Figura 1 – Fatores de risco modificáveis e não modificáveis associados a infeção por VIH.

De acordo com vários estudos de coorte em doentes infetados por VIH, realizados na Europa, Estados Unidos da América (EUA) e Ásia (China e Japão), a prevalência de DRC em estádios 3-5 (eTFG <60 mL/min/1,73m2) é inferior a 10% (3,4% – 9,7%).11-16 Prevê-se que este valor cresça nos próximos anos, tendo em conta a tendência da esperança média de vida e do envelhecimento desta população.

Em comparação com outras comorbilidades não relacionadas com VIH, a incidência de DRC parece estar aumentada nos indivíduos com infeção por VIH. O estudo de coorte ICONA, realizado em Itália, permitiu caracterizar a evolução demográfica e clínica de doentes com infeção por VIH entre 2004 e 2014.17 Esta análise incluiu doentes tratados com terapêutica antirretrovírica (TARV) e doentes naïve. Observou-se que com o envelhecimento esperado desta população, a proporção de comorbilidades também aumentou, principalmente as relacionadas com DRC, doença cardiovascular e fatores de risco associados. Em particular, a proporção de adultos com eTFG <60 mL/min/1,73m2 aumentou de forma expressiva (+ 25,3%), assim como a dislipidemia (+ 16,6%), hipertensão arterial (+ 16,3%) e eventos cardiovasculares (+ 14,2%). Em oposição, o consumo de tabaco diminuiu significativamente (- 8,6%, p <0,001).17

O estudo ICONA demonstrou também que a progressão de DRC foi independente da TARV, ou seja, a proporção de pes- soas infetadas por VIH com disfunção renal, aumentou de 4,9% (2004) para 30,2% (2014).17Neste contexto, conclui-se que a existência de múltiplas comorbilidades e fatores de risco (por exemplo, hipertensão arterial e dislipidemia) contribuem para o agravamento da função renal e, consequentemente, para a redução dos níveis de eTFG. Apesar disso, e dado o potencial nefrotóxico da TARV, é importante promover a gestão cuidadosa da infeção por VIH, incluindo a seleção adequada da TARV, a monitorização e o rastreio regulares das principais comorbilidades.

Logo MSD Termos de utilização | Política de Privacidade | Sobre a MSD Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. Merck Sharp & Dohme Corp.,uma subsidiária da Merck & Co., Inc. Kenilworth, NJ, USA, conhecida fora dos EUA e Canadá como MSD. Os conteúdos disponibilizados nesta página Web são informação de carácter geral e não substituem em nenhum caso as consultas, tratamentos ou as recomendações do seu médico. INFC-1273571-0000 11/2018