HIV e o Fígado
tudo sobre o hiv, sintomas do hiv e prevenção - vihda

HIV e o Fígado

O fígado realiza mais de 500 funções importantes no organismo. Entre elas, encontram-se a filtração de substâncias nocivas do sangue e a produção de bílis para a metabolização das gorduras.

Hepatite

Uma das lesões hepáticas é a hepatite. A hepatite é uma inflamação do fígado e pode evoluir com maior rapidez para uma doença hepática mais grave se estiver infetado por HIV.

A hepatite tem diferentes causas, entre as quais vírus, a dependência do álcool, o consumo de drogas, determinados medicamentos e algumas doenças infeciosas.

A hepatite pode ser causada por um vírus. Os três tipos mais comuns são hepatite A, hepatite B e hepatite C, embora também existam os tipos D e E.

Caso sofra de HIV e infeção por hepatite C, existe um maior risco de ocorrer uma lesão hepática com maior rapidez, em particular se o HIV não estiver controlado.

Coinfeção HIV e Hepatite C

O vírus da hepatite C (VHC) pode ser transmitido através do contacto com sangue de uma pessoa infetada, por exemplo, através da partilha de agulhas, seringas ou outros objetos utilizados no consumo de drogas.

No entanto, também podem existir outros modos de transmissão, tal como o contacto sexual com uma pessoa infetada ou o nascimento de um bebé cuja mãe esteja infetada pelo VHC.

Estar infetado por ambos os vírus pode resultar em danos mais rápidos no fígado, em particular se HIV não estiver controlado.

Sintomas

É importante consultar um médico caso sinta qualquer sintoma relacionado com uma doença hepática.

Além disso, deve ter conhecimento de que algumas pessoas não apresentam sintomas de hepatite.

Os sintomas mais comuns são os seguintes:

  • Icterícia (coloração amarelada da pele e/ou dos olhos).
  • Cansaço.
  • Náuseas.
  • Perda de apetite.
  • Dor abdominal.
  • Vómitos.
  • Diarreia.
  • Febre ligeira.
  • Dor de cabeça.

Proteger o seu Fígado

Caso sofra de hepatite deve:

  • Ver com o seu médico os tratamentos mais adequados para HIV e a hepatite
  • Seguir uma dieta saudável
  • Escolher um programa de exercício físico adequados ao seu caso
  • Tomar a medicação conforme prescrito
  • Deixar de beber álcool
  • Deixar de fumar

Conteúdos Relacionados

Conteúdos Relacionados
  • Longo prazo

    HIV e a Osteoporose

    As pessoas com HIV apresentam um maior risco de desenvolver osteoporose, pois a densidade mineral óssea diminui mais rapidamente do que a população em geral.

    Ver mais

  • Longo prazo

    HIV a longo prazo

    A infeção pelo HIV pode causar determinados efeitos a longo prazo, afetando alguns órgãos do nosso corpo.

    Ver mais

  • Longo prazo

    HIV e o Sistema Nervoso Central

    Além do componente psicológico, em que HIV pode aumentar os níveis de ansiedade e até de depressão, principalmente no caso de se tratar de um diagnóstico recente, VIH também afeta o sistema nervoso central, ou seja, pode alterar as nossas funções cognitivas.

    Ver mais

  • Longo prazo

    HIV e o Rim

    A doença renal pode impedir que os rins funcionem devidamente e ocorrer com maior frequência em pessoas com HIV.

    Ver mais

Termos de utilização | Política de Privacidade | Sobre a MSD Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. Merck Sharp & Dohme Corp.,uma subsidiária da Merck & Co., Inc. Kenilworth, NJ, USA, conhecida fora dos EUA e Canadá como MSD. Os conteúdos disponibilizados nesta página Web são informação de carácter geral e não substituem em nenhum caso as consultas, tratamentos ou as recomendações do seu médico. INFC-1273571-0000 11/2018