HIV a longo prazo
tudo sobre o hiv, sintomas do hiv e prevenção - vihda

HIV a longo prazo

A infeção por HIV pode causar efeitos a longo prazo, afetando alguns órgãos do nosso corpo, nomeadamente:

Sistema nervoso central

Além do componente psicológico, em que HIV pode aumentar os níveis de ansiedade e até de depressão, principalmente no caso de se tratar de um diagnóstico recente, HIV também afeta o sistema nervoso central, ou seja, pode alterar as nossas funções cognitivas.

As queixas mais habituais são a perda progressiva da memória, dificuldade na execução de tarefas mais complexas (cálculos matemáticos, nomeação de palavras), até uma situação extrema de demência.

Sistema Cardiovascular

HIV pode acelerar o envelhecimento das artérias, provocando  enfartes cardíacos ou acidentes vasculares cerebrais (AVC).

O aumento da pressão arterial e o aumento do colesterol também contribuem para a doença cardiovascular.

Sistema Imunitário

HIV é um vírus que tem como alvo o sistema imunitário, responsável por defender o organismo das infeções e das doenças.

Sem tratamento antirretrovírico, o organismo, vai estar mais susceptível a infeções, das mais ligeiras às mais graves e que podem comprometer a vida.

Rim

A infeção por HIV pode afectar o rim, com uma diminuição da sua função, ao que se dá o nome de insuficiência renal. Pode colaborar com a equipa médica para evitar a progressão das alterações renais.

Fígado

A hepatite é uma inflamação do fígado que pode ser causada por vírus, medicamentos, tóxicos ou doenças auto-imunes.

A inflamação do fígado pode evoluir mais rapidamente para doença hepática avançada (ex: cirrose), caso esteja infetado por HIV.

Pode proteger a sua função hepática ao introduzir alterações no seu estilo de vida e ao escolher um tratamento para a infeçãopor HIV que seja adequado ao seu caso.

Osteoporose

As pessoas com HIV têm um risco aumentado de sofrer perda da densidade mineral óssea, o que pode resultar em osteoporose.

A osteoporose consiste numa doença que enfraquece os ossos e causa fraturas com maior facilidade.

A infeção por HIV e alguns tratamentos utilizados para a combater encontram-se entre os fatores de risco para a osteoporose.

Conteúdos Relacionados

Conteúdos Relacionados
  • Longo prazo

    HIV e o Sistema Cardiovascular

    Caso não seja tratado, o HIV pode aumentar o risco de cardiopatias.

    Ver mais

  • Longo prazo

    HIV e a Osteoporose

    As pessoas com HIV apresentam um maior risco de desenvolver osteoporose, pois a densidade mineral óssea diminui mais rapidamente do que a população em geral.

    Ver mais

  • Longo prazo

    HIV e o Sistema Imunitário

    HIV é um vírus que tem como alvo o sistema imunitário, responsável por defender o organismo das infeções e das doenças.

    Ver mais

  • Longo prazo

    HIV e o Sistema Nervoso Central

    Além do componente psicológico, em que HIV pode aumentar os níveis de ansiedade e até de depressão, principalmente no caso de se tratar de um diagnóstico recente, VIH também afeta o sistema nervoso central, ou seja, pode alterar as nossas funções cognitivas.

    Ver mais

Termos de utilização | Política de Privacidade | Sobre a MSD Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. Merck Sharp & Dohme Corp.,uma subsidiária da Merck & Co., Inc. Kenilworth, NJ, USA, conhecida fora dos EUA e Canadá como MSD. Os conteúdos disponibilizados nesta página Web são informação de carácter geral e não substituem em nenhum caso as consultas, tratamentos ou as recomendações do seu médico. INFC-1273571-0000 11/2018